A taxa de ocupação de leitos é um dos indicadores monitorados diariamente pelas equipes da SES-MG para avaliar a situação da covid-19 em Minas Gerais. Em coletiva virtual desta terça-feira (15/9), o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, destacou que Minas apresenta hoje as menores taxas de ocupação registradas desde março, quando teve início a epidemia no estado.

De acordo com o secretário, atualmente a taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 62,36%, o que corresponde a 2.411 leitos ocupados, sendo, desse total, 865 ocupados por pacientes com suspeita da covid-19. Já no que se refere aos leitos de enfermaria, a ocupação em Minas Gerais está em 59,76%, com 1.521 pessoas internadas com suspeita da covid.

Atualmente, estão cadastrados no SUS fácil, em Minas Gerais, 20.926 leitos de enfermaria e 3.902 leitos de UTI.

O secretário de Estado de Saúde falou, ainda, sobre o índice de mortalidade por covid-19. “Minas apresenta hoje a menor mortalidade proporcional por cem mil habitantes do país, com o registro de 29,7 óbitos para cada cem mil habitantes. Essas informações reforçam a tendência de queda mencionada por nós nas últimas coletivas”, pontuou.

Atual cenário

Carlos Eduardo Amaral explicou que o razoável controle que o estado vem da epidemia é resultado de um trabalho coletivo de toda a sociedade.

“Começamos a ter uma queda nas notificações de óbito e nas solicitações por internação, mas eu gostaria de reforçar que esse trabalho coletivo de toda a sociedade não deve encerrar e todos nós devemos continuar nos cuidando para que possamos manter os mesmos níveis de resultados que tivemos até agora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui