Uma barroca, provocada pela forte enxurrada, na estrada da Comunidade do Ribeirão do Sena, pode comprometer o abastecimento de água para os moradores em Capelinha. Isso porque, a tubulação que leva a água da barragem até a estação elevatória de água da Copasa passa no meio da estrada que vem sendo engolida pelo precipício.

A reportagem do portal Gazeta dos Vales esteve, na manhã de hoje, no local e fez o registro fotográfico. Em conversa com os moradores da comunidade, além da preocupação com o rompimento dos canos, também demonstram preocupação em relação a via, que a cada dia vem se estreitando com o avanço da barroca.

“Em 2013 essa barroca engoliu parte da estrada e rompeu a tubulação fazendo com que a população ficasse sem água em Capelinha. Agora a barroca está muito maior devido a enxurrada”, conta um morador do local que não quis se identificar.

 Na época, o rompimento da tubulação deixou a cidade de Capelinha por cerca de três dias sem abastecimento. Para solucionar o problema, foi realizado o entupimento da barroca e feito a compactação do solo.

Em busca de informações junto à Copasa, a mesma respondeu que está em fase de elaboração os estudos técnicos por uma empresa especializada em projetos para apontar as obras necessárias na estrada de acesso à barragem do ribeirão do Sena, em Capelinha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui