Na última semana a instituição colocou em operação uma nova usina de produção de oxigênio. 

Amanda Rodrigues – Jornalista

A Fundação Hospitalar São Vicente de Paulo de Capelinha, a fim de melhorar a estrutura e qualidade no atendimento, colocou em operação um novo conjunto gerador no dia 23 de janeiro. A intenção é solucionar o problema de deficiência de energia elétrica do local, visto que a capacidade é 10 vezes maior que a do existente atualmente, a nova capacidade será de 500 kVA.  

Na mesma data, o Hospital também colocou em operação uma nova usina de produção de oxigênio. A Nova Usina de Oxigênio possibilita triplicar a produção de oxigênio na Fundação Hospitalar.

De acordo com o presidente da Fundação, Nicodemos Evaristo, essas ações são importantes devido ao crescimento do local. “Estamos visando a continuidade do crescimento, a chegada de novos equipamentos médicos e inclusão de novos serviços, para tranquilidade daqueles que estão no dia a dia do hospital”, informou o presidente. 

Primeira hemodiálise de urgência

Na noite de ontem (24), foi realizada a primeira hemodiálise de urgência em paciente grave internado com Covid-19. “Enalteço nessa ocasião, a capacidade de todos os profissionais de saúde que atuam no hospital e a seriedade com que a fundação trabalha”, disse Nicodemos. 

Bom atendimento

De acordo Adão Pereira de Souza, de 35 anos, que realizou um procedimento cirúrgico no ano passado, a instituição melhorou muito. “Me surpreendeu o quanto a estrutura do hospital evoluiu, meu atendimento foi excelente, tanto pelos médicos, enfermeiros, pessoal da cozinha e limpeza. Vejo o hospital hoje como exemplo para toda a região, sou muito grato pelo atendimento que recebi”, contou Adão. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui