Instituição presidida pelo Dr. Nicodemos Evaristo é referência na rede hospitalar da região. 

Por Amanda Rodrigues – Jornalista

A Fundação Hospitalar São Vicente de Paulo (FHSVP) de Capelinha, presidida pelo Dr. Nicodemos Evaristo, só tem a comemorar neste ano de 2021 quando o assunto é estrutura das instalações. Referência na rede de hospitais da região, a instituição vem realizando diversas reformas para melhorar a qualidade no atendimento aos pacientes e proporcionar comodidade para quem trabalha no local.  

Segundo o presidente, as mudanças no hospital tornaram-se visíveis a partir do segundo semestre do ano passado, quando as obras de reforma e ampliações das instalações começaram a tomar forma. “A reconstrução do setor de produção de alimentos e novo refeitório estão concluídos, um novo setor de enfermarias está quase finalizado, o piso da construção original do prédio foi totalmente substituído, o bloco cirúrgico teve a sua área física saindo de aproximadamente quarenta metros quadrados para quase duzentos metros quadrados em obediência às recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde”, informou Dr. Nicodemos em uma publicação seu perfil do Facebook.  

Ainda na publicação, Nicodemos disse que foi feita também a substituição de parte do antigo telhado por um moderno sistema de cobertura, mas que além de melhorias na estrutura física, foi preciso organizar os equipamentos que dão suporte aos profissionais. “Quanto aos equipamentos médico-hospitalares, sem sombra de dúvidas foi a maior evolução já vista desde a inauguração do hospital, pois hoje contamos com os mais modernos equipamentos no pronto socorro, nos apartamentos e enfermarias, bem como daqueles que integram o bloco cirúrgico”, destacou.  

Apoio do município 

Diante da crise enfrentada na saúde pública nacional, em decorrência da pandemia do Coronavírus (Covid-19), o Hospital São Vicente de Paulo se destacou na organização e união com o município para que o setor conseguisse se manter diante das dificuldades. “De nada adiantariam os modernos equipamentos hospitalares e a ampla reforma das instalações físicas se a Fundação Hospitalar de Capelinha não tivesse verba suficiente para a manutenção mensal com aquisição de medicamentos, material cirúrgico e de desinfecção hospitalar, faturas de energia elétrica e COPASA, como também as despesas com a folha de pagamento do pessoal administrativo, operacional composto por médicos e biomédicos, enfermagem de nível superior, técnicos de enfermagem, raio-x e laboratório, pessoal de apoio (cozinha, lavanderia, limpeza, etc.), fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas e nutricionista, sendo assim, a Prefeitura Municipal nossa principal parceira para ajudar com apoio financeiro nas demandas que surgem”, ressaltou o presidente.  

“Claro está que essas despesas são cobertas com verbas públicas oriundas dos Governos Federal e Estadual, por emendas parlamentares, ajuda da população capelinhense, mas o maior parceiro financeiro da Fundação Hospitalar, sem a menor sombra de dúvidas, é a Prefeitura Municipal que desde o início das atividades responsabiliza-se com o pagamento de aproximadamente cinquenta servidores públicos no quadro operacional da Fundação, subvenção mensal para pagamento de aproximadamente noventa trabalhadores contratados pelo hospital, e ainda coloca à disposição médicos especialistas nas áreas de ginecologia obstetrícia, ortopedia, cirurgia geral, ultrassonografia e urologia, cada um com vinte horas semanais.”, explicou Nicodemos sobre a parceria com o executivo municipal.  

UTI Covid-19 da Fundação Hospitalar atende pacientes de Capelinha e região.
Foto: Divulgação

UTI Covid-19 

Ainda em decorrência da pandemia, a Fundação Hospitalar precisou se adequar à demanda municipal e regional para atender os casos da doença, realizando a montagem da UTI Covid-19, ativada em setembro de 2020. A implantação dos leitos contou com a colaboração de entidades, empresários, produtores rurais e toda comunidade capelinhense através de doações, além de um custeio de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) da Prefeitura Municipal de Capelinha.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui