Diretor Presidente da HLH e o Prefeito do município de Presidente Kubitschek

35 municípios assessorados pela empresa estão entre os 100 primeiros mais bem posicionados no estado de Minas Gerais.  

O Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal publicado pelo Tesouro Nacional tem como objetivo avaliar a consistência das informações recebidas das prefeituras de todo Brasil por meio do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) e fomentar a melhoria da qualidade da informação contábil e fiscal. O Ranking de 2020, que analisou os dados de 2019, apresentou o posicionamento dos Municípios da federação sob os recortes: visão nacional, ranking estadual e análise micro regional.  

No ranking do Estado de Minas Gerais, dentre os 100 municípios melhor posicionados, 35 municípios são atendidos pela HLH Assessoria e Consultoria. São eles: Presidente Kubitschek, Fruta do Leite, Alvorada de Minas, Couto de Magalhães de Minas, Datas, Divisa Alegre, Catuti, Senador Modestino Gonçalves, Montezuma, Santa Fé de Minas, Materlândia, Novorizonte, Águas Vermelhas, Indaiabira, Aricanduva, São Gonçalo do Rio Preto, Felício dos Santos, Icaraí de Minas, Novo Cruzeiro, Mata Verde, Curral de Dentro, Frei Lagonegro, Augusto de Lima, Coração de Jesus, Mamonas, Jenipapo de Minas, Coluna, Berilo, Rio Vermelho, Capelinha, Virgem da Lapa, Padre Carvalho, Mário Campos, Engenheiro Navarro e Turmalina.  

Este quantitativo expressivo de municípios clientes da empresa que estão bem posicionados no ranking demonstra a qualidade do serviço e eficiência de rotinas implantadas na HLH. Além disso, prova que a empresa consegue influenciar positivamente o dia a dia das prefeituras. “A HLH trabalha com muito foco e responsabilidade. Essas características contribuem para que as prefeituras inspirem novos comportamentos: sejam mais pontuais e trabalhem com qualidade e agilidade na transferência de informações corretas”, ressaltou o Diretor Presidente da HLH, Helbert Lopes de Macedo –  Betim. 

O Diretor de Operações da HLH, Rogério Costa Maciel, entende que a participação do cliente, a dedicação da equipe envolvida e a eficácia dos processos da HLH foram fundamentais para o sucesso no ranking. “O resultado obtido pelos nossos clientes no Ranking de Qualidade da Informação Contábil e Fiscal da Secretaria do Tesouro Nacional é um reconhecimento da qualidade do trabalho prestado pela HLH. Focamos no resultado através de implantação de rotinas eficientes na execução das tarefas, incentivando a busca da constante melhoria nos procedimentos aplicados, além da valorização do trabalho prestado pelos colaboradores envolvidos e fortalecimento da parceria entre as partes”, disse. 

Para o Diretor Jurídico e de Tecnologia da Informação, Luiz Carlos Alves de Oliveira, o sucesso no ranking também vem da disciplina da empresa para se adequar às constantes mudanças nos cenários impostos pela contabilidade pública e também na excelência dos softwares próprios que acompanham a rotina das prefeituras. “Essas rotinas são descentralizadas e integradas ao setor de contabilidade com contabilização, em tempo real, de todos os fatos contábeis produzidos pela administração. Para isso, contamos com sistemas informatizados próprios, em constante evolução”, argumentou. Carlos ressaltou também que “nada disso seria possível se a HLH não contasse com clientes organizados e bem-intencionados”. 

Embora a empresa esteja satisfeita com os números, entende que este ranking provou que é possível ir além. “A HLH possui um software de qualidade incontestável, conta com profissionais de suporte bem treinados e um consultor eficiente e com condições de executar, com segurança, qualquer operação. Por este motivo, esperávamos sim por uma boa colocação, mas sempre queremos mais. Precisamos de mais e vamos ter, se Deus quiser”, afirmou Betim.  

Colaborador da HLH entrega certificados às equipes da Prefeitura Municipal de Presidente Kubitschek

A HLH parabenizou os seus clientes melhor posicionados no ranking, porém, devido à pandemia, realizou apenas um ato presencial de congratulação no município de Presidente Kubitschek, o qual figurou em posição de grande destaque como 1º lugar no ranking da microrregião de Diamantina e 9º lugar no ranking do estado de Minas Gerais.  

No dia 12 de março, a empresa entregou a placa de congratulações ao prefeito municipal e certificados de reconhecimento às equipes dos departamentos da prefeitura de Presidente Kubitschek. 

O Prefeito Lauro Oliveira provou segurança e satisfação ao falar do desempenho do município e da assessoria prestada pela HLH. “Desde 2005, sob a consultoria da HLH, temos todas as nossas prestações de contas aprovadas, sem ressalvas. É motivo de muita satisfação e o mérito vem mais da HLH do que da própria estrutura administrativa da prefeitura. Obviamente, os nossos servidores são responsáveis e trabalham também sofrendo cobrança, mas sem o suporte desta empresa não estaríamos tão bem colocados no ranking. Creio que essa posição não é por acaso”, ressaltou.  

“Essa posição no ranking também mostra uma assiduidade no trato da questão contábil, do planejamento do dia a dia do município e também dos servidores que estão bem treinados e disciplinados para a execução das suas tarefas”, completou o Diretor Presidente da HLH. 

O consultor de operações da empresa, João Antônio Lisboa, também esteve presente no ato e colocou em pauta as peculiaridades dos municípios e o comportamento da empresa no trato com cada um deles. “A HLH tem um método de trabalho e é importante destacar que o tratamento personalizado colabora para que tenhamos mais êxito. Cada prefeitura tem a sua característica e especialmente na prefeitura de Presidente Kubitschek, trabalhamos com uma equipe muito disciplinada e com lideranças muito bem estruturadas”.  

Perguntado sobre um conselho aos prefeitos que querem se destacar no ranking e melhorar a sua atuação junto aos munícipios, o prefeito Lauro afirmou que considera o investimento em qualificação profissional, boas estruturas de trabalho e integridade fundamentais. Além disso, confessou que isso “não é do dia para a noite”. Para ele, também é “importante o investimento em tecnologia e suporte. Montar a equipe e trabalhar com a meta de não refazer trabalhos é primordial”.  

Na oportunidade, Lauro relembrou outro momento histórico com a HLH, onde o município de Presidente Kubitschek ocupou a 10ª posição no Prêmio CNM de Responsabilidade Fiscal, Social e de Gestão – IRFS, em 2006. O prefeito finalizou o encontro orgulhoso e com a seguinte ressalva. “Todas essas posições não foram criadas e tem embasamentos. São números. São fatos. É incontestável”. 

Entenda como é apurado o ranking  

Segundo informações disponíveis no site do Tesouro Nacional, são quatro as dimensões de avaliação analisadas para apuração do Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal:  

  • Dimensão 1 – Gestão da Informação: verifica o comportamento dos entes no envio das informações. Exemplo: envio de todas as declarações, prazo e quantidade de retificações. 
  • Dimensão 2 – Contábil: avalia os dados contábeis recebidos, adequação a regras do Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (MCASP), consistência entre os demonstrativos, etc. 
  • Dimensão 3 – Fiscal: avalia os dados fiscais recebidos, adequação a regras do Manifesto de Documentos Fiscais (MDF), consistência entre os demonstrativos, etc. 
  • Dimensão 4 – Contábil x Fiscal: efetua o cruzamento entre os dados contábeis e fiscais recebidos. 

De forma simplificada, para que o município esteja bem posicionado no ranking, é necessário enviar todas as declarações no prazo legal, evitar retificar os dados e assegurar-se que os valores foram informados corretamente. 

Reportagem de Izabella Machado – Jornalista 

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui