Valor do serviço passou dos atuais R$ 78,88 para R$ 95,41

Os mineiros que precisarem emitir a segunda via da carteira de identidade deverão desembolsar quase R$ 100 a partir de agora. O valor do serviço passou dos atuais R$ 78,88 para R$ 95,41. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (5).

De acordo com a instituição, o reajuste se deve ao novo valor da Unidade Fiscal de Minas Gerais (Ufemg). A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil para entender os detalhes do reajuste e aguarda retorno. 

Segundo a Polícia Civil, a primeira via do documento continua gratuita. Além disso, cidadãos que perderem a certeira nos casos de furto ou roubo também têm isenção da tarifa. Para isso, é necessário apresentar boletim de ocorrência com prazo de 30 dias após o fato. 

A primeira via da identidade continua gratuita. A Polícia Civil esclarece que nos casos de furto ou roubo do documento, o solicitante está isento da tarifa, mediante apresentação do boletim de ocorrência, com prazo máximo de 30 dias da data do fato.

No comunicado, a Polícia Civil informou que pessoas com benefícios sociais também estão isentas da tarifa, desde que se apresente comprovação de participação no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou no CadÚnico. Nesses casos, o benefício se estende para todo o grupo familiar. 

Fonte: O TEMPO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui