Está internada no Hospital de Pronto Socorro (HPS) João XXIII, em Belo Horizonte, uma criança de um ano que sofreu queimaduras em 30% do corpo após ter puxado do fogão uma panela de água quente que a atingiu. O acidente doméstico aconteceu próximo ao horário do almoço nessa quarta-feira (21) em Varginha, na região Sul de Minas Gerais.

Militares do Corpo de Bombeiros prestaram os primeiros atendimentos à criança, que foi acolhida pela mãe e manteve-se em seu colo até o atendimento. Equipes repassaram que a bebê mantinha consciência, e as queimaduras eram de primeiro e segundo graus nas regiões do tórax, do dorso, do abdômen e também da perna direita.

A mãe da criança relatou para os socorristas que preparava o almoço quando a criança se aproximou do fogão, em um momento de distração, e puxou a panela de água quente que entornou sobre ela. A panela, como esclareceu a mãe, era usada para preparar alimentos para a família. Os primeiros cuidados com a criança foram prestados ainda na casa da família, que fica no bairro Condomínio Recanto das Petas, mas logo em seguida ela foi transferia para um hospital de pronto-atendimento em Varginha.

Entretanto, frente a gravidade das queimaduras, a unidade de saúde decidiu transferi-la para o João XXIIII, na capital mineira. Então, no início da noite dessa quarta-feira, um helicóptero do Corpo de Bombeiros a transportou para o hospital em Belo Horizonte, referência nacional no tratamento de queimados.

Orientações

Em nota à imprensa, o Corpo de Bombeiros esclareceu que este tipo de acidente é comum entre crianças com até cinco anos de idade. A corporação orienta que famílias não deixem utensílios domésticos cortantes ou quentes em locais fáceis de serem acessados. Outras dicas são manter os cabos das panelas sempre para dentro do fogão, para que as crianças não consigam puxá-los, e nunca cozinha com bebês no colo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui