Caso segue em investigação para apurar possível omissão da mãe da criança a favor do padrasto.  

Por Amanda Rodrigues – Jornalista  

A Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da Delegacia de Polícia Civil de Turmalina, cumpriu nesta quinta-feira (28), um mandado de prisão preventiva de um homem suspeito estuprar sua enteada de apenas dez anos de idade, em Turmalina. 

De acordo com informações divulgadas pela polícia, a vítima relatou que vinha sendo sexualmente abusada por seu padrasto desde abril do ano passado e com ajuda da avó materna, procurou o Conselho Tutelar do município para denunciar o crime.  

Após a prisão do suspeito, foram iniciadas as investigações para apurar uma possível omissão do crime pela mãe da criança, que já teria consciência do ocorrido contado pela própria menor.   

O suspeito foi encaminhado para o Presídio de Turmalina e encontra-se à disposição da justiça.  

A execução da prisão foi feita pelos investigadores de polícia Adriano Scott Rocha Silva e Wellington dos Santos Dias e pela escrivã Marlucia Pereira da Silva, coordenados pela Delegada Jéssica Novaes Miranda e sob a supervisão do Delegado Regional Felipe Pontual Meira Rosa. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui